Preocupações dos pais relativamente à fala e ao uso da chupeta.

A Drª Marta é licenciada em Terapia da Fala, pós-graduada em motricidade orofacial e conselheira do aleitamento materno, vem falar-nos sobre as preocupações dos pais relativamente à fala e ao uso da chupeta. É apaixonada pelo mundo dos mais pequenos, talvez, por acompanhar, desde que se lembra, a mãe durante o seu trabalho com grávidas, mães, pais e bebés.

“Tenho a sorte de todos os dias poder trabalhar com crianças e com o mundo que as rodeia. São estas pequenas grandes pessoas que me ajudam a crescer pessoal e profissionalmente, e que me permitem ensinar e aprender tantas coisas maravilhosas todos os dias.

Começando pela fala, o que podemos fazer para estimular a mesma, desde o nascimento? 

Mais do que estimular a fala, é importante desde cedo estimular a comunicação. A fala é simplesmente o ato motor de transmitir uma mensagem através de um conjunto de sons que dão origem a palavras e frases, sendo uma possível forma de comunicação. 

É na barriga da mãe que os bebés começam a comunicar, reagindo a sons e vozes, através do seu movimento. O bebé, quando nasce, sem sequer ter adquirido conhecimento de palavras e conceitos, já é capaz de comunicar e transmitir necessidades através do choro, sorriso, sugar, arrotar, espirrar, palrar. Progressivamente e paralelamente ao seu crescimento vai desenvolvendo conhecimento do mundo que o rodeia, vai compreender o que lhe dizem e finalmente expressar-se através da fala. 

Sugestões para estimular a bebé e a criança desde o nascimento até à fala: 

 Observar e escutar o bebé
 Utilizar uma linguagem simples de fácil compreensão
 Variar, exagerar as expressões faciais e melodia da fala (p.e.: abra os olhos, faça caretas e diferentes sons –beijar, soprar, sons dos animais)
 Aproveitar todos os momentos que o bebé/criança está disponível para comunicar, brincar ou conversar
 Sorrir quando o bebé sorri para si
 Palrar com o bebé, esperando que ele acabe e depois retribuir
 Dar nome aos objetos do dia-a-dia durante a rotina (p.e.: tomar banho, mudar a fralda, vestir, comer, partes do corpo) 
 Cantar para o bebé/criança 
 Brincar ao ‘’faz de conta’’ (p.e.: dar de comer aos bonecos; dar banho aos bonecos; brincar com os carrinhos) 
 Contar e repetir pequenas histórias:
• Se a criança já for mais crescida pode ir fazendo pequenas perguntas ao longo da história ou pedir à criança ajuda para contar a história
 Quando a criança já fala: 
• Dar o modelo correto e exagerar na expressividade e articulação do som que a criança não produziu (p.e.: boua-boLa)
• Incentivar as produções de palavras/ frases através de expressões positivas ‘’Vamos tentar os dois’’, ‘’Experimenta’’em vez de utilizar o ‘’não’’ (p.e.: ‘’não disseste bem’’; ‘’não é assim’’)

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *